Posted by IN / 0 responses

O Filho de Deus tem atitude!

7 fevereiro 2017

Acabei de receber um vídeo de uma mulher debruçada sobre o corpo de um homem ( seu marido ) que foi atacado na onda de violência que assola o Estado do Espírito Santo, neste momento a Polícia Militar do ES está de greve. Não conheço a história do homem nem da mulher, a legenda do vídeo diz que ele foi atacado pela própria população que fez justiça com as próprias mãos.

Aquela cena da mulher acariciando o rosto ensanguentado, caído no chão, inerte, passando sua mão de forma inútil no peito do marido, como se estivesse buscando uma reação de forma inútil foi tenebrosa pra mim, seus gritos de dor eram estridentes e parece que ainda posso ouví-los dentro de mim: “Não faça isso comigo…”, ela gritava e fugindo da realidade dizia “Ele está respirando…”, ver a população ao redor filmando com celulares, estando uma inércia assustadora e a ausência de um abraço firme, de um consolo àquela mulher, de uma mão forte e firme que pudesse acolher ela em seus braços e preservá-la de tal cena desumana ou acalentar a sua dor, me fez sentir culpado. Meu Deus em que mundo estamos e o que tenho feito pelo próximo?

Como essa cena atingiu a minha alma e me entristeceu, me provocando uma profunda reflexão: É precisamos combater o cristianismo egocêntrico que deforma a “Vontade de Deus” e o “Chamado da Cruz”, na própria pele passei com minha família momentos de solidão, alias consigo enumerar muitas vezes em que eu e minha família passamos por aflições e tivemos que contar com aquela celebre frase vinda dos irmãos: “Deus está tratando deles” ou “Deus está no controle“, pasmem muitas delas escritas pelo WhatsApp ou faladas em ligações feitas à distância, de pessoas consideradas tão próximas, tão amigas, tão “irmãs em Cristo”, na verdade naquele momento precisávamos de mais que uma frase de efeito, precisávamos de sentir e vivenciar o evangelho verdadeiro, alias essas frases são tipicamente usadas, por aqueles que estão acostumados a cruzar os seus braços diante da aflição do próximo. O verdadeiro Filho de Deus tem atitude e foi exatamente ai que uma incrível minoria estava atenta à voz do Espírito de Deus pronta a nos auxiliar. 

Ao compreender o Ide de Jesus Cristo como discípulos, sim como discípulos, temos a convicção de que não podemos “customizar o chamado” moldando ele ao nosso bem querer, nem minimizar os esforços e deixarmos de fazer a Vontade do Pai na expansão e principalmente na manutenção do Seu Reino de Amor.

Se você se sentir impelido à praticar o bem e a fazer além do que tem feito hoje, não deixe que nada o impeça:

  1. Se você acha que não é capaz ou não tem conhecimento necessário, comece pelo fácil e onde se sinta mais seguro, mas comece;
  2. Busque ajuda de pessoas sérias, se você deseja fazer o bem e alguém está te impedindo fuja dessa pessoa ela tem inveja da sua disposição e quer te parar.

Que Deus te abençoe e te guarde e realize na sua vida o Ide do Nosso Senhor Jesus Cristo! 

#Compartilhe esse texto e proclame o Ide de Jesus!