Posted by IN / 0 responses

Mulher, nada de Flores e muito menos Chocolates…

8 março 2017

Hoje é um dia para todas as mulheres relembrarem sua história, de lutas por igualdade de direitos sociais e políticos, milhares de mulheres lutaram muito para você mulher ter o simples direito de expressar sua opinião, por exemplo!

Mas esta luta também possibilitou outros direitos primários à mulher como por exemplo, a possibilidade de construir seu próprio legado corporativo, atuar como representante pública na política, enfim, ter a liberdade de direitos que qualquer “Ser Humano” necessita!!!

Hoje não quero apenas lhe oferecer flores ou chocolates, hoje mulher te reverencio em nome de todas, com a minha gratidão pelo que elas fizeram, obrigado por toda a colaboração que vocês mulheres estão proporcionando nesta construção de um mundo melhor.

Faço porém um pedido que ao lembrar desse dia, não deixe que ele se resuma a uma Caixa de Bombons ou um Ramalhete de Flores, claro receba-os com a mesma elegância de sempre, mas que a cada gesto, a cada palavra ou lembrança deste dia, você faça uma profunda reflexão sobre: o quanto você tem honrado a luta dessas mulheres do passado.

Minha mãe com muita dificuldade, talvez até por vergonha, ou por preservação da história de lutas da nossa família, compartilhou alguns poucos episódios difíceis de sua vida comigo, como por exemplo, quando nossa avó a colocava ainda menina para pedir dinheiro para ajudar nas contas de casa enquanto ela trabalhava na vendinha da família, quando meu avô saia para pescar a noite, após um dia inteiro de trabalho na usina em Palmares-PE para terem peixe para jantar, ou mesmo, quando após casados na tentativa de terem seu próprio lar, ela e meu pai moraram num barraco de madeira feito na beira do córrego do 67 no Capão Redondo, cujo os móveis acabaram fixos no piso de cimento feito as pressas com ajuda dos irmãos da Igreja Batista e nem banheiro eles tinham… Isso é luta!

São histórias de lutas que não podem ser resumidas em Flores e chocolates, por isso, hoje te ofereço mulher mais que isso, te ofereço minha GRATIDÃO e minha DISPOSIÇÃO À LUTA, meu braço de apoio, somado ao seu, pela luta dos Direitos da Mulher.

Um dia uma colega me disse: – Pepe, você tem um discurso bem feminista! Eu lhe respondi: – Tenho orgulho da história das mulheres da minha família, da minha esposa, da minha mãe, tenho orgulho de ser  mais impulso para suas conquistas.

Agora mais que nunca com a chegada de  Pyettra Peterson, passo a ter ainda mais motivação! Viva à Luta pelos direitos das mulheres!

“No Dia 8 de março de 1857, morreram aproximadamente 130 mulheres carbonizadas, quando foram trancadas na fábrica de tecelagem, em Nova York, onde trabalhavam, por estarem em greve. Em homenagem a estas mulheres, em 1910, declarou-se o dia 8 de março como o “Dia Internacional da Mulher”.